Emidio de Souza lembra que Investimentos federais chegaram a R$ 5,9 milhões em Alfredo Marcondes com Lula e Dilma

Os números não mentem e trazem saudades de um período em que o Brasil crescia com igualdade social. É assim que o secretário nacional de Finanças do PT, Emidio de Souza, avalia o trabalho feito pelo Partido dos Trabalhadores em Alfredo Marcondes, interior de SPEle, que é pré-candidato a deputado estadual, lembra que, segundo o Portal da Transparência, entre janeiro e novembro de 2015, os municípios paulistas receberam do Governo Federal R$ 22,4 bilhões. Desse total, Alfredo Marcondes contou com um aporte de R$ 5.946.376,37.

Setor prioritário no ranking de repasses do Governo Federal ao município, a Saúde em Alfredo Marcondes recebeu R$ 677,4 mil. Segundo dados do Portal da Transparência, a maior parte da soma - R$ 528,8 mil - foi destinada às ações do programa Saúde da Família; R$ 84,9 mil para a garantia do Piso de Atenção Básica Fixo; R$ 26,1 mil investidos em Vigilância em Saúde; R$ 19,1 mil em procedimentos em Média e Alta complexidade; R$ 10,3 mil no programa Farmácia Básica e R$ 7,9 mil em ações de vigilância sanitária.

Já o setor de Assistência Social recebeu R$ 313,1 mil em investimentos federais. A maior parte da soma (R$ 257,5 mil) foi destinada ao Bolsa Família, que atende 210 pessoas em situação pobreza e pobreza extrema. Também foram transferidos R$ 46,4 mil em Serviços de Proteção Social Básica.

A área de Educação, por sua vez, contou com investimentos via FUNDEB (R$ 40 mil) e cota-parte dos Estados e DF do salário-educação (R$ 70,4 mil), mais R$ 53,2 mil repassados em apoio à alimentação e transportes escolares na educação básica. Ao todo, somados os recursos do FUNDEB, salário-educação e investimentos no setor, o aporte total destinado ao setor totaliza R$ 163,6 mil.

Vale destacar, também, o investimento de R$ 245,8 mil em apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano de Alfredo Marcondes. Em setembro de 2015, o montante foi liberado pelo Ministério das Cidades para obras de recapeamento asfáltico de vias públicas urbanas no município.

Para Emidio de Souza os números mostram o que todos já sabem. "Quando o presidente Lula e a presidenta Dilma comandaram o país, Alfredo Marcondes e todos os municípios brasileiros eram tratados com respeito. Investimentos não foram cortados, como faz agora o governo golpista de Temer. Muito pelo contrário, Lula e Dilma governaram para a população e não para os mercados. Está na hora de voltarmos para o caminho do crescimento, da igualdade, da felicidade e a eleição é o momento correto para votar no PT", finalizou.

Confira abaixo o ranking desses investimentos:

Área

Valor acumulado no ano (R$)

Encargos Especiais

4.656.710,69

Saúde

677.419,09

Assistência Social

313.183,65

Urbanismo

245.850,00

Educação

53.212,94

Total

5.946.376,37

     Fonte: Portal de Transparência em novembro-2015. Dados sujeitos à atualização mensal

* A área de Encargos Especiais engloba dívidas, ressarcimentos, indenizações, transferências constitucionais e decorrentes de Legislação Específica como, por exemplo, Fundo de Participação dos Municípios (FPM), FUNDEB, Fundo Especial dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural, entre outros.

 

* Emidio de Souza é advogado e Secretário Nacional de Finanças e Planejamento do PT. Foi vereador, prefeito de Osasco por 2 mandatos (2005 - 2012) e presidente estadual do PT.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree