Emidio de Souza lembra que Investimentos federais chegaram a R$ 5,9 milhões em Alfredo Marcondes com Lula e Dilma

Os números não mentem e trazem saudades de um período em que o Brasil crescia com igualdade social. É assim que o secretário nacional de Finanças do PT, Emidio de Souza, avalia o trabalho feito pelo Partido dos Trabalhadores em Alfredo Marcondes, interior de SPEle, que é pré-candidato a deputado estadual, lembra que, segundo o Portal da Transparência, entre janeiro e novembro de 2015, os municípios paulistas receberam do Governo Federal R$ 22,4 bilhões. Desse total, Alfredo Marcondes contou com um aporte de R$ 5.946.376,37.

Setor prioritário no ranking de repasses do Governo Federal ao município, a Saúde em Alfredo Marcondes recebeu R$ 677,4 mil. Segundo dados do Portal da Transparência, a maior parte da soma - R$ 528,8 mil - foi destinada às ações do programa Saúde da Família; R$ 84,9 mil para a garantia do Piso de Atenção Básica Fixo; R$ 26,1 mil investidos em Vigilância em Saúde; R$ 19,1 mil em procedimentos em Média e Alta complexidade; R$ 10,3 mil no programa Farmácia Básica e R$ 7,9 mil em ações de vigilância sanitária.

Já o setor de Assistência Social recebeu R$ 313,1 mil em investimentos federais. A maior parte da soma (R$ 257,5 mil) foi destinada ao Bolsa Família, que atende 210 pessoas em situação pobreza e pobreza extrema. Também foram transferidos R$ 46,4 mil em Serviços de Proteção Social Básica.

A área de Educação, por sua vez, contou com investimentos via FUNDEB (R$ 40 mil) e cota-parte dos Estados e DF do salário-educação (R$ 70,4 mil), mais R$ 53,2 mil repassados em apoio à alimentação e transportes escolares na educação básica. Ao todo, somados os recursos do FUNDEB, salário-educação e investimentos no setor, o aporte total destinado ao setor totaliza R$ 163,6 mil.

Vale destacar, também, o investimento de R$ 245,8 mil em apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano de Alfredo Marcondes. Em setembro de 2015, o montante foi liberado pelo Ministério das Cidades para obras de recapeamento asfáltico de vias públicas urbanas no município.

Para Emidio de Souza os números mostram o que todos já sabem. "Quando o presidente Lula e a presidenta Dilma comandaram o país, Alfredo Marcondes e todos os municípios brasileiros eram tratados com respeito. Investimentos não foram cortados, como faz agora o governo golpista de Temer. Muito pelo contrário, Lula e Dilma governaram para a população e não para os mercados. Está na hora de voltarmos para o caminho do crescimento, da igualdade, da felicidade e a eleição é o momento correto para votar no PT", finalizou.

Confira abaixo o ranking desses investimentos:

Área

Valor acumulado no ano (R$)

Encargos Especiais

4.656.710,69

Saúde

677.419,09

Assistência Social

313.183,65

Urbanismo

245.850,00

Educação

53.212,94

Total

5.946.376,37

     Fonte: Portal de Transparência em novembro-2015. Dados sujeitos à atualização mensal

* A área de Encargos Especiais engloba dívidas, ressarcimentos, indenizações, transferências constitucionais e decorrentes de Legislação Específica como, por exemplo, Fundo de Participação dos Municípios (FPM), FUNDEB, Fundo Especial dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural, entre outros.

 

* Emidio de Souza é advogado e Secretário Nacional de Finanças e Planejamento do PT. Foi vereador, prefeito de Osasco por 2 mandatos (2005 - 2012) e presidente estadual do PT.

Compartilhar nas redes sociais:

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree